Vouchers para Startups – Novos Produtos Verdes e Digitais

Abertura de Candidaturas – Vouchers para Startups – Novos Produtos Verdes e Digitais.

O 2º Aviso de Abertura de Concurso no âmbito da medida “Vouchers para Startups – Novos produtos verdes e digitais” que se destina a apoiar projetos de startups e de empresas em áreas como a transição climática, sustentabilidade energética, descarbonização, circularidade da economia, e sustentabilidade de processos, produtos e materiais já se encontra disponível.

Este aviso prevê a atribuição de financiamento não reembolsável, ao montante fixo de 30 mil euros por beneficiário.

No final da semana passada, ficou disponível o 2º aviso do concurso “Vouchers para Startups – Novos produtos verdes e digitais” (Aviso N.º 16/C16-i02/2023), no âmbito da transição digital das empresas, ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Este assume-se como um mecanismo para inverter a retração económica gerada pelas medidas restritivas impostas no combate pandémico da doença COVID-19, nos diferentes Estados-Membros da União Europeia.

Este financiamento procura estimular start-ups estabelecidas há menos de 10 anos em todo o território nacional, incluindo as regiões autónomas da Madeira e dos Açores, que se encontrem em fase de arranque e crescimento, a participar em programas de ignição e aceleração ou a desenvolverem projetos piloto e tenham ou queiram desenvolver modelos de negócio, produtos ou serviços digitais com contributo positivo para a transição climática.

Baseando-se na utilização eficiente de recursos, redução de impactos da poluição, fomento da economia circular, constituição de novas soluções de produção energética e/ou que se caraterizem pela utilização de Dados Abertos ou Inteligência Artificial, os projetos necessitam de estar afetos a setores com maior intensidade de tecnologia e conhecimento ou que valorizem a aplicação de resultados de I&D na produção de novos bens e serviços.

Condições de elegibilidade:

Os projetos deverão ser desenvolvidos por startups que tenham ou queiram desenvolver modelos de negócio, produtos ou serviços digitais, escaláveis, com componente verde, e:

  • aplicados em setores com maior intensidade de tecnologia e conhecimento ou que valorizem a aplicação de resultados de I&D na produção de novos bens e serviços, potenciando o sucesso no mercado, em atividades inovadoras e de valor acrescentado.

Despesas Elegíveis:

  • Custos com recursos humanos existentes ou a contratar, destinados às atividades a desenvolver no âmbito do projeto até ao valor de 75% do total dos custos elegíveis;
  • Despesas com acreditação ou certificação tecnológica de recursos humanos;
  • Aquisição de Serviços Externos Especializados, tais como serviços de apoio à digitalização de processos de negócios, serviços de marketing, de desenvolvimento de produtos e serviços, de consultoria e de outros serviços especializados para a prossecução dos objetivos do projeto;
  • Aquisição ou aluguer operacional de equipamentos, bem como custos de licenciamento ou de subscrição de software, destinado às atividades a desenvolver no âmbito do projeto;
  • Custos com a proteção/valorização de direitos de propriedade intelectual;
  • Custos indiretos.
Vouchers para Startups – Novos Produtos Verdes e Digitais

Prazo para a apresentação de candidaturas: a partir do dia 30 de novembro de 2023 e encerra assim que seja atingido o limite da dotação orçamental desta medida para Indústria definida em 65 milhões de euros. Cada start-up apenas pode apresentar uma candidatura.

Permita-nos ajudá-lo a passar do plano ao financiamento.

Esclareça dúvidas e solicite informações adicionais agora mesmo aos nossos consultores especialistas.