Software à Medida

Software à Medida

Idealizamos, concebemos e desenvolvemos soluções focadas nas necessidades, desejos e limitações dos seus cliente e utilizadores, sempre com o cuidado de entender as suas expectativas e assim preconizar uma transformação digital das organizações e dos seus processos, centrada nas pessoas.

O processo inicia-se com a definição de uma estratégia de desenvolvimento de software com a seleção das frameworks mais indicadas, APIs a integrar e plugins a instalar. Segue-se o levantamento detalhados das especificações de cada entregável, a elaboração de um guia de estilos e o desenvolvimento dos respetivos protótipos de design , que servem de base à sua programação. Inicia-se, assim, um processo interativo de design, programação, teste e validação.

Empatia

O desenvolvimento de aplicações, serviços, produtos, tecnologias, novos modelos de negócio e afins inicia-se com a análise das necessidades e desejos do cliente e das suas equipas, usando a empatia para ouvir, ver e sentir. Após uma compreensão dos objetivos e da visão a atingir define-se a visão do projeto.

Definição

Segue-se a fase mais desafiadora deste processo, uma vez que envolve a interpretação dos factos adquiridos no processo de empatia, para a definição do plano de trabalhos a desenvolver, da equipa e dos custos envolvidos. Nesta fase, é crucial a experiência da equipa da SINMETRO para propor “caminhos” ágeis e otimizados.

Idealização

Partindo do princípio de que não existe uma solução ideal o objetivo é gerar o máximo de soluções possíveis, sempre com base nas necessidades apresentadas pelo utilizador. Esta é a fase da criatividade, de pensar fora da caixa e de deixar as ideias fluírem.

Protótipos

Assim que reunidas as ideias é desenvolvido um protótipo de design, segundo princípios de UI/UX (User Interface e User Experience) das aplicações a programar, e com o qual o utilizador pode interagir e propor ajustes. Este protótipo é fundamental para servir de base ao desenvolvimento de software.

Desenvolvimento e Teste

Num processo iterativo de idealização, prototipagem, desenvolvimento e teste é programada a aplicação, havendo uma divisão clara entre ambientes de teste e de produção. A este nível define-se a estratégia de desenvolvimento de software com a seleção de frameworks ágeis, seguras e robustas que facilitem a programação e assegurem a integração com outros sistemas.